sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Diário Regional: Shopping será inaugurado em 2OO9

Muito Obrigado pelos 3.OOO acessos!

Na última terça-feira (29) foi dado início às obras do primeiro complexo de lojas de Diadema, o Shopping Praça da Moça. Com inauguração prevista para 29 de abril de 2009, o empreendimento custará cerca de R$ 150 milhões e deve reunir mais de 200 lojas, entre elas sete âncoras e semi-âncoras, além de salas de cinema, serviços, como academia e restaurantes, e um amplo espaço cultural.
Para a Empreendi, grupo responsável pelo projeto, abril é o mês importante do mercado da moda, pois o comércio está trocando os vestuários pela coleção de outono-inverno. "Se tudo correr bem nas obras não vamos atrasar nenhum dia, mesmo porque se não funcionar em abril teremos mais custo", informa o diretor de operações, Roberto Martins.
O complexo terá quatro pisos, todos com nomes de planta, além do espaço do cinema e amplo estacionamento com mais de 1,5 mil vagas. Internamente, 12 escadas rolantes facilitarão o acesso do público, além de três elevadores sociais e quatro de serviço.
O Shopping Praça da Moça terá acesso fácil pelas ruas Graciosa e Manoel da Nóbrega, a apenas 250 metros do centro comercial de Diadema e a 600 metros do terminal de trólebus. "Tenho certeza que a localização do empreendimento não prejudicará o comercio local, pelo contrário, irá fortalecer ainda mais", opina o diretor de operações.
Martins afirma que quase todas as lojas-âncora já estão sendo comercializadas. "Estamos com contratos praticamente fechados, mas devido a uma cláusula não posso divulgar", declara. A reportagem, no entanto, averiguou que grandes redes como a Renner, C&A e Marisa, além do Grupo PlayArte, já teriam acertado suas vindas. "Outras operadoras também estão interessadas, mas não posso afirmar nada, estamos negociando", disse.
Também na terça-feira tiveram início as negociações para alugar os espaços comerciais. Segundo Martins, o preço tem muitas variações, pois depende da localização do piso e do tamanho, mas adiantou que teve custar, no mínimo, R$ 120 o metro quadrado.
Após a inauguração do complexo espera-se um movimento de 10 mil veículos e cerca de 51 mil pessoas por dia. Cerca de 79% desse público pertence às classes A,B e C. Calcula-se que, já a partir de 2009, o volume anual de vendas ultrapasse a casa dos R$ 300 milhões.

Fonte: Diário Regional

Um comentário:

egito disse...

Parabens pela iniciativa, espero que a cidade de diadema fique mais atrativa ,tendo em vista que o trabalho da policia e da prefeitura a cidade ficou mais segura e todos andam com muita tranquilidade hoje, fica aqui meus protesto de elevada estima e consideração pelos que amam esta cidade.