sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Silos são instalados no terreno.

O7/O2/2OO8

O8/O2/2OO8

O9/O2/2OO8

A ex-sede da Guarda já foi totalmente demolida. As árvores já estão sendo retiradas.

Blogger Shopping Praça da Moça- Diadema

Shopping Praça da Moça já é realidade em Diadema

Localizado em um importante pólo comercial do Estado de São Paulo, o Shopping Praça da Moça será o primeiro empreendimento, em Diadema, a reunir compras, entretenimento, alimentação, serviços e cultura. Com inauguração prevista para abril de 2009, a iniciativa atenderá mais de um milhão de consumidores (dados da Gismarket) de Diadema e entorno.

Muito bem situado, o Shopping Praça da Moça terá acesso fácil pelas ruas Graciosa e Manoel da Nóbrega, a apenas 250 metros do Calçadão comercial de Diadema e a 600 metros do terminal de ônibus.

Planejado para expansão - Em 1999 o Shopping Praça da Moça estava sendo planejado para ser instalado em um terreno de 10 mil m2. Mas, logo os empreendedores perceberam a grandiosidade do projeto e surgiu a idéia de comprar terrenos vizinhos. Após pesquisas e estudos constataram o potencial e perspectivas de crescimento da região e o projeto foi readequado. A partir das aquisições a área duplicou - hoje são 20.600 m2. A área construída, em vários pavimentos, será de 95.000m2, na primeira fase e, com a expansão planejada chegará até 130.000 m2 de área construída.

Por dentro do Shopping - Serão sete lojas âncoras (ainda não definidas), sete lojas semi-âncoras e 159 lojas satélites. Duas praças de eventos, um mall de alimentação com capacidade para atividades de lazer e cultura e dois pisos dedicados aos serviços. Além disso, dezesseis lojas de alimentação, um restaurante, salas de cinema multiplex e uma academia.

O projeto arquitetônico foi pensado para oferecer o máximo de conforto até mesmo nos banheiros e fraldário que serão climatizados, bem decorados e com acesso para portadores de necessidades especiais.

O amplo estacionamento vai oferecer aproximadamente mil vagas, das quais cerca de 300 serão descobertas. Internamente, doze escadas rolantes facilitarão o acesso do público além de três elevadores sociais e quatro elevadores de serviço. O projeto visa um sistema de circulação horizontal - do tipo racing track ovalado, isso quer dizer que todas as lojas serão “vistas”, não existirão lojas menos privilegiadas, pois o público obrigatoriamente passará por todos os pontos.

Após a inauguração espera-se um movimento de 10 mil veículos e cerca de 51 mil pessoas por dia (dados da TTC Engenharia de Tráfego). Cerca de 79% desse público pertence às classes A,B e C sendo que 49% pertencem a classe C. Calcula-se que, já a partir de 2009, o volume anual de vendas ultrapasse a casa dos R$ 300 milhões (conforme dados fornecidos pela Gismarket).

Natureza preservada - A preocupação com a natureza é um dos pontos altos do projeto arquitetônico que privilegia o paisagismo interna e externamente. Em vários pontos pode-se perceber o aproveitamento da iluminação natural, como por exemplo, nas inúmeras cortinas de vidro voltadas para os jardins, com vista para pés de Figueiras e Paineiras, que integram os ambientes e “convidam” o público para o jardim.

Há uma forte consciência sócio-ambiental por parte dos responsáveis pelo complexo, percebida na adoção de processos para a redução da emissão de CO2, durante a construção, captação e reuso de água e coleta de óleo de cozinha para reaproveitamento, além da instalação de ar condicionado à gás, entre outras medidas.

Fonte: CliqueABC

http://www.cliqueabc.com.br/default.asp?id=66&mnu=66&ACT=5&content=756

2 comentários:

Anônimo disse...

Parece que vai ficar nota 10!
Luiz

Sammy.! disse...

Nhaai! Aeeew!
Agoraa sai! ;D

Everyday no Shopping Praça da Moça!

*-*

Rox...

Saah!